Páginas

UM LUGAR PARA COMPARTILHAR, AJUDAR, E OBTER MÚTUO CRESCIMENTO EXISTENCIAL


"Aquietai-vos e sabei que Eu sou Deus..." (Salmo 46:10) “Soyez calmes et sachez que je suis Dieu...”(Psa 46:10) "Fermati e riconosci che io sono Dio..." (Salmo 46:10)
"Be still, and know that I am God..." (Psalm 46:10)

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012


NOVO ANO, COM NOVAS ATITUDES    2ºSam.12:20 “Então Davi se levantou da terra; lavou-se, ungiu-se,mudou de vestes, entrou na casa do Senhor, e adorou”

ANIBAL L. FRESCHI

Enquanto contemplava o filho doente sobre a cama, Davi refletia sobre a triste condição a que o seu pecado o levara. Sua alma estava em farrapos, vendo  o filho, fruto de suas manobras criminosas, a mostrar-lhe que o salário do pecado nunca é compensador. Como poderia obter algum sucesso na vida, agindo como agia? Convencido disso, após a morte do filho, Davi tomou atitudes. Não adianta viver aprendendo sempre, sem que mudanças sejam feitas. Deve ser frustrante para um pastor com legítima vocação, estar à frente de uma congregação, cujos fiéis passam anos aprendendo, sem contudo, apresentarem mudanças em suas vidas. A grande compensação do ministério, é sentir-se útil na promoção e crescimento dos membros como pessoas. Davi apresentou sinais de mudança. Levantou-se do nível em que se achava derrubado, lavou-se de toda sujeira que pudesse lembrar seu passado, reconsiderou sua condição de ungido por Deus, entendeu a seriedade dessa condição, Mudou de roupas para se apresentar aos olhos de todos, como credenciado a recobrar o respeito que perdera. Então, fez o que agora estava apto a fazer; entrou no templo e adorou. Uma nova e sensata atitude, é o que se espera de quem esteve o ano inteiro subjugado por algo que não deveria ter praticado. Há pessoas que nunca aprendem, embora estejam sempre diante do óbvio.  Cometem os mesmo erros anos após anos. Quem sabe, neste finalzinho de ano possam acordar de sua insensatez e mudar de vida, tomando atitudes que as levem para cima. Quem sabe possam perceber que vivem experimentando o fundo poço por simples e pura falta de responsabilidade com sua condição de filhos de Deus. Que aprendam a ser comedidos, sensatos e humildes o suficiente, para buscarem no Senhor orientação, e viverem na verdade proposta por Cristo.

Senhor. Às vezes eu sinto que não estou vivendo como uma pessoa que possui o temor do Senhor. Por isso, eu quero tomar novas, boas e sábias atitudes. Que nesse novo ano, eu me sinta livre para viver as bênçãos, mesmo pequenas, que Tu me hás de conceder. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit.bíb. Lc. 14: 28 - 30
     
FELIZ ANO NOVO, ABENÇOADO POR DEUS. AMÉM! 

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012


PRESTANDO RELATÓRIOS  Mc.6:30 “ Voltaram os apóstolos à presença de Jesus e lhe relataram tudo quanto haviam feito e ensinado.”

ANIBAL L. FRESCHI

Final de ano, tempo de balanços e relatórios. Tempo de reflexões e considerações sobre tudo o que foi feito durante o ano que termina. Temos satisfações a dar, mesmo que no plano visível não tenhamos alguém superior a nos comandar. Temos a nossa consciência; e esta nos cobra sempre. E se a tornamos insensível, temos O Senhor que tudo vê, tudo ouve e tudo sabe.Sl.33:13,14 “O Senhor olha dos céus; vê todos os filhos dos homens...observa todos os moradores da terra,” Nossos relatórios podem ser maravilhosos, bem descritivos, ou então recheados de pessimismos e sem nenhuma perspectiva boa para o futuro. Seja como for, os olhos de Deus não se enganam, pois tudo é muito patente diante deles. É possível que nossos relatórios não estejam refletindo a verdade do que foi feito e ensinado. Poderíamos ter feito mais? Poderíamos ter feito melhor? Ensinamos com responsabilidade? Ministramos levianamente? Não é comigo que você tem de se acertar, mas com a sua consciência e também com a instância superior, que é o próprio Deus. Caso haja algo que necessite de correção, ainda há tempo para isso. Esse momento é propício para reconsiderar e assumir um propósito melhor para o próximo ano. Isso deve ser feito diante do Senhor. Senhor nosso e da obra. Amém?

Senhor. Perdoa-me por não ter feito tudo o que eu poderia ter feito e melhor. Ajuda-me a ser sincero comigo e contigo. Não me deixe sossegar por um belo,porém mentiroso, relatório.
Leit. Bíb. Jeremias 48:10

terça-feira, 25 de dezembro de 2012


APESAR DAS CIRCUNSTÂNCIAS    Mat.2:10 “E vendo eles a estrela, alegraram-se com grande e intenso júbilo.”

ANIBAL L. FRESCHI

É grande o risco de um obreiro deixar-se guiar por circunstâncias. Se há alguma dificuldade em seu trabalho, onde ele um dia entendeu, fosse o campo preparado por Deus para ele,  tão logo se depara com alguma dificuldade, pensa logo em sair e mudar de campo. Não penso que seja esse um bom critério, para um serviço que exige conviver e enfrentar desafios. Vejamos o que enfrentaram os magos do oriente. Uma jornada longa e cheia de desconfortos. Uma grande frustração por não encontrarem no palácio, aquele que, sabiam ser o rei recém nascido; pelo contrário, a estrela os guiou a um local modesto demais para os padrões da realeza. Contudo, o sentimento que nutriam, era de grande alegria e intenso júbilo. Porque? Pelo simples fato de haverem concluído a jornada. Apesar das circunstâncias, obedeceram e foram até o fim. Todo obreiro precisa ter isso em mente. Não trabalhamos para nós ou nossos interesses pessoais e familiares. Esses, não podem sobrepujar os interesses do Reino. Problemas e dificuldades,  sempre haverão. Mas a alegria de haver concluído um ministério, na firme obediência; não tem preço. Infelizmente alguns se comportam como profissionais do púlpito. Vão para onde a paga é maior, ou as condições para a família são melhores. Mas como fica o interesse do dono da seara? Aquele que quer abençoar a simples igrejinha e o obediente servo, precisa ser ouvido. Afinal, quando cantamos “ Aonde quer, que Ele mandar” não pensamos em tornar isso prático? Que Deus te abençoe meu irmão. Que você tenha um ministério abençoado nesse novo ano. Seja numa igreja imponente ou numa simples congregação. O que importa é sentir-se um parceiro de Deus. Amém?

Pai. Que eu seja totalmente despojado de interesses pessoais, para me dedicar plenamente à obra que me confiaste. Em nome de Jesus. Amém.
Leit. Bíb.Filipenses 1: 1 - 16 

domingo, 23 de dezembro de 2012


BELÉM É AQUÍ             Lc.2:15”...Vamos até Belém...”

ANIBAL L. FRESCHI

O que esperavam encontrar em Belém? A mensagem angelical falava do Cristo Salvador. À ninguém interessava, a menos que necessitasse de um Salvador. Sabemos bem pouco da vida de cada um dos pastores contemplados pela visão e mensagem dos céus. Sabemos, contudo como anda a nossa vida. Sabemos do que nos faz sofrer ou ser felizes. Coisas existem que provocam nossas lágrimas ou sorrisos, e sabemos muito bem quais são. Sabemos que precisamos de alguém que tenha todos os recursos para cuidar de nós. As comemorações do Natal de Cristo se aproximam, estamos todos de alguma forma envolvidos com as comemorações. No entanto, é preciso ter o cuidado de não perdermos a oportunidade de estar com O Senhor, e contarmos a Ele nossas expectativas e sonhos; nossas frustrações e anseios. O presente que Ele espera de nós, é a nossa aproximação da Sua Bendita Pessoa para  abrirmos os nossos corações e permitir a sua entrada. É preciso fazer de nossos corações o local do Seu nascimento que significa vida nova para nós. Localizemos dentro de nós, onde se encontra Aquele que é O Cristo, nosso Bendito Salvador. Amém.

Senhor. Que nesse Natal eu possa Te contemplar em mim. Amém.
Leit.bíb.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012



$$$...GASTILDE E A GASTANÇA     Lc.12: 15b. “Porque a vida de um homem não consiste na abundância dos seus bens.”

ANIBAL L. FRESCHI

Comprar...comprar...e comprar. Gastilde vai às compras com um sorriso enorme no rosto. Mês que vem, Gastilde vai me procurar para orar pela saúde financeira de sua casa. É sempre assim. Gastilde não aprende nunca; que gastar, sem planejamento, é cavar o próprio poço para enchê-lo de dívidas e lágrimas. Gastilde  gasta além da conta, e das necessidades. Não resiste às promoções. Gastilde tem poucos momentos de felicidade, e quase uma vida inteira de preocupações e aborrecimentos. Além de causar dificuldades para si, desarruma a família toda. Não aceita cobranças, embora viva fugindo dos cobradores que vivem no seu calcanhar. Gastilde é como todo aquele que nunca se preocupa em comprar o que for indispensável, e dispensar o que for dispensável. Pessoas há, que não suportam viver modestamente. Viver com o que seja suficiente para uma vida digna. Querem encher os olhos dos outros com o brilho da cobiça e da inveja. Tem que ser “aquela casa”, “aquele carro”,”aquela roupa”. Tudo que impressione as pessoas. Em suma, gastam por causa dos outros e se afundam em dívidas por causa dos outros. Não me parece uma atitude inteligente. E o que é pior, enquanto se preocupam com o que é aparente; com o que ficará por aqui;  afinal, nus nascemos e nus nos encontraremos quando desintegrados, não se preocupam com suas almas , verdadeiros molambos fantasmagóricos, que nesse traje ficarão eternamente, pois tudo em que se investiu nesta vida, ficou para alimentar os vermes. A vida não se limita às conquistas materiais. É preciso tomar posse da eternidade abençoada, pois Cristo que a  conquistou, no-la oferece graciosamente. Mas de graça nada queremos, não é mesmo? Pois o negócio é gastar, gastar...e gastar.

Senhor. Faze-me sábio e contido para não me afundar em dívidas desnecessárias. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit.bíb. Prov.17:1

sábado, 15 de dezembro de 2012


ESTÁ DOENDO MUITO  Rom.9:2”...tenho grande tristeza e incessante dor no coração”

ANIBAL L. FRESCHI

O que dizer numa hora de dor imensurável como esta? Não há palavra capaz de responder às perguntas feitas pelo sofrimento de quem perdeu tanto. Que posso dizer à mãe, ao pai, aos parentes e amigos que nunca mais poderão ter nos braços os pequenos tesouros que lhes foram arrancados abruptamente? Nada posso falar agora. Posso apenas abrir meu coração que sangra também, e chorar. Posso apenas silenciosamente, implorar ao meu Pai, que sabe o que significa a morte de um Filho, que console , que dê forças, pois nada; absolutamente nada há neste mundo, que se possa dizer ou fazer, a não ser chorar e esperar dO Senhor, a consolação e poder, para atravessar esse rio profundo e largo, de águas de tristezas e dores. Nunca nos esqueceremos daqueles que nos foram tirados, apenas nos resignamos às ausências, e buscamos forças na certeza que nos abraça, de que eles estão agora nos braços do Pai Eterno, onde um dia estaremos também.

Senhor...Senhor... tem piedade, Senhor. Em nome de Jesus Cristo, tem piedade meu Pai.

FAÇA UMA ORAÇÃO POR AQUELES QUE ESTÃO SOFRENDO. Obrigado.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012


DIVINA CONSOLAÇÃO                  Is.66:13 “Como alguém a quem sua mãe consola, assim eu vos consolarei”

ANIBAL L. FRESCHI

Quando você era uma criança, e algo te aborrecia, ou alguma dor te fazia chorar, sabia de imediato a quem recorrer. Sua mãe, seu pai, ou alguém em quem você confiava sempre vinha te prover da desejada consolação. Então,  você cresceu e assumiu sua vida. Mas nem por isso as dores e sofrimentos deixaram de existir. Hoje, você passa por situações alegres, e também por situações tristes. Quando chega a tristeza e parece não haver quem se importe com você, O Senhor te fala:...”não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel.”Is. 41:10. Talvez você se sinta abandonado, sem ter a quem recorrer ou a quem despejar tudo o que fermenta dentro de você , parecendo querer explodir. Foi assim com Davi ao escrever o Sl.109:22: “ Porque estou aflito e necessitado, e, dentro em mim, sinto ferido o coração”. Nesse momento, entre tantos semelhantes que experimentou, clamou Davi ao Senhor: Sl.61: 2 “Desde os confins da terra, clamo por ti, no abatimento do meu coração.”  Noutra ocasião, quando Davi se achava submerso em angústias, ele sentiu que Deus estava ali, bem ao seu lado; e então pode dizer: Sl.18:16”Do alto me estendeu ele a mão e me tomou; tirou-me das muitas águas.”  Com você, fará o Senhor a mesma coisa. Ele nunca te abandonará. Ainda que teus mais próximos nada possam fazer por você; Ele fará. Is.43:2 “Quando passares pelas águas eu serei contigo; quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem chama arderá em ti.” Clame ao Senhor e a Ele entregue suas dores e angústias, pois Ele tem cuidado de você. Amém ?

Senhor. Socorre-me nas aflições e mostra-me a Tua salvação. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit.bíb. Salmo 23

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012


O PERIGO DO AUTO ELOGIO   Prov. 27: 2 “ Seja outro o que te louve, e não a tua boca.”

ANIBAL L. FRESCHI

Se de um lado é muito ridículo alguém se vangloriar;  por outro lado, é o momento em que se revela muito sobre a personalidade de quem assim o faz. Revela-se a sua insatisfação consigo próprio, e a tentativa de compensar alardeando alguma coisa sobre si. Também revela uma auto- estima muito pobre, e que por isso, busca projetar sobre a sua sombra muito pequena, algo que lhe pareça capaz de torná-la maior, ainda que não seja parcial ou totalmente verdadeira. Quem começa a falar muito sobre si e do que faz, se esquece que os ouvintes analisam, julgam e nem sempre acreditam . Os ouvintes certamente ficam a perguntar: “Porque ele está falando isso?” ou “O que ele está querendo provar?” A modéstia faz parte do caráter cristão. Lembro-me de um jovem pastor, injuriado com o que ouvia dos seus pares nos concílios. Ele sabia que suas igrejas não estavam bem, mas os colegas se vangloriavam com o trabalho bem sucedido, que diziam realizar em seus campos. Nosso Senhor Jesus Cristo ordenou muitas vezes aos beneficiados por seus milagres, que se mantivessem em silêncio sobre o ocorrido. João Batista foi outro servo de Deus que fazia questão de se colocar bem abaixo de Jesus. Felizmente, muitos servos do Senhor evitam ostentações e elogios, pois sabem que o louvor pertence à Deus e não ao homem. É muito desconfortável ficar ouvindo alguém que se julga “o cara”. Sejamos autenticamente modestos, afim de que ao Senhor se prestem os louvores, a glória e a honra, pois somente Ele é digno. Amém.

Senhor. Sejas tudo em mim e em tudo o que eu fizer, pois o que estou fazendo, é para a Tua honra, glória e louvor. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb.Salmo 19 1 - 14

terça-feira, 11 de dezembro de 2012


AOS PRISIONEIROS DA BABILÔNIA  Apoc. 17: 5 “Babilônia, a grande, a mãe das meretrizes e das abominações da terra.”

ANIBAL L. FRESCHI

Babilônia é um nome citado com freqüência como uma oposição a todo e qualquer projeto divino no mundo. No princípio era Babel, uma cidade fundada por Ninrod, descente de Cã, filho de Noé. Tornou-se um reino proeminente e que se destacava pela posição contrária a que se encontrava o povo de Deus. Quando Israel deslanchava, Babilônia perdia o fôlego, quando Israel se esmorecia, Babilônia progredia. Com o tempo, tornou-se na Bíblia, o nome de um sistema adversário de Deus e de seus servos. Um sistema que nas mãos do inimigo, tem sido instrumento de interferência e zombaria no seio do povo de Deus. Babilônia toma ares de piedade e religiosidade para enganar e desviar pessoas do caminho da Salvação. É quando pensam estar servindo à Deus, quando na verdade estão sendo escravizadas e aprisionadas por falsos ensinamentos e doutrinas  (Is. 56:10 – 12). Babilônia quer para si, aquilo que desejamos consagrar ao Senhor; veja o que diz 2º Reis 24: 13. Babilônia se esforça para roubar dos nossos corações certezas fundamentais e de valores inestimáveis; como o perdão dos nossos pecados, ( Is. 1: 16 – 18 ), libertação das nossas culpas, ( Ez.18: 21 – 23; Is. 43: 18,25 ) , e a certeza da nossa salvação eterna ( João 14: 1 – 6; Rm.8: 28 – 39). Atualmente o sistema babilônico continua se esforçando para tirar de nós verdades que a Palavra de Deus proclamou. Deus não é homem para mentir. Nele não há sombra de variações. Não importa em que cela prisional você se encontra. Não importa em que prisão se encontra a sua alma. Jesus Cristo liberta, cura e salva. Ele te dá nova vida. Babilônia se desespera. Mas se você quiser, você será salvo . Basta que você renuncie aos enganos que o sistema pernicioso impregnou em você. Creia em Cristo e seja salvo. Você e a tua casa. Amém?

Senhor. Agradeço-Te pela salvação que me proporcionas em Jesus Cristo, no nome de quem eu oro. Amém.
Leit. Bíb. Atos 16: 25 - 34

sábado, 8 de dezembro de 2012


SANTOS PECADORES      Rm.7:24 “Desventurado homem que sou!...”

ANIBAL L. FRESCHI

Noé é um símbolo do que pode ser o homem mais piedoso e temente a Deus, Gen.9: 20 - 29. Pela fé obedeceu, saindo da arca para recomeçar tudo, após o dilúvio. Em suas mãos obedientes, o Criador colocou a responsabilidade pelo mundo novo. Então, a fé o levou primeiro a erguer um altar de adoração ao Senhor. Ele não se deteve a considerar a resistência da arca diante da força do dilúvio, mas considerou ter sido ela, apenas um instrumento de Deus, que em misericórdia e graça o salvara, com os seus familiares. Então à Deus, toda honra, louvor e glória. Assim, sua fé adoradora o motivou à construção de um altar para adorar ao Senhor. Mas Noé era um homem sujeito à quedas e desvios, como são todos os homens, em todos os tempos. Seja dentro do Jardim do Éden ou fora dele. Seja dentro da igreja ou fora dela. Seja ocupando os bancos ou exercendo ministérios. Todo homem está sujeito às quedas, sejam elas publicamente conhecidas, ou mantidas em segredo. Foi assim com Noé, agora o governador de tudo o que havia no mundo novo. O único justo, o pregador da justiça. Falhou, embebedou-se e pôs-se nu, dentro da sua tenda. Assim, é que ele figura a loucura que o pecado pode produzir no mais consagrado servo do Senhor. Mas a Graça o tinha coberto. Para Deus nada era novidade, e o que os olhos de Deus enxergavam, era o que havia no coração do justo; a sua determinação em evitar o pecado, ainda que fosse por ele vencido algumas vezes. Deus olhava para o coração, enquanto a Sua Graça cobria a sua humanidade pecaminosa. Deus não via a sua nudez, pois olhava para ele, na condição do poder da Justiça, crida e impressa em sua alma. O que contava, era a sua inconformação interior com o pecado. Essa experiência é a mesma do grande apóstolo Paulo, e de todos que se propõem a viver piedosamente (Rm.7:18 – 19). Cã nada sabia sobre a Justiça, e saiu a propalar o estado miserável que contemplara, enquanto os demais irmãos sabiam que o manto gracioso de Deus cobre multidões de pecados. Aprendamos a ser comedidos em nossos julgamentos, sobre aqueles a quem Deus tem mantido na seara. É possível que caiam, mas é certo que por eles devemos orar sem cessar, pois quem poderá julgá-los,  será sempre Aquele que sonda corações. Vigiemos a nossa própria humanidade,  e dela não descuidemos afim de não sermos condenados por aquilo que nós mesmos julgamos e condenamos. Amém?

Senhor. Dá-me a porção necessária da paciência e compreensão para aceitar as falhas do próximo e ajudá-lo a superar suas próprias dificuldades. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb.Rom. 12: 17 - 21

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012


QUANDO O MUNDO ACABAR.      Mat.24:37 “Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do homem”.

ANIBAL L. FRESCHI

Há muita curiosidade a respeito de quando o mundo vai acabar. Nosso Senhor Jesus Cristo disse que ninguém poderia dizer o quando, mas que será como foi nos dias do dilúvio, no tempo de Noé. Tempo em que havia progresso e avanços. Que ofereciam melhor qualidade de vida às pessoas, mas nada era feito levando em consideração o nome de Deus nem a Sua Glória, pelo contrário, se excediam em pecaminosidades, ridicularizavam a Palavra de Deus e rejeitavam os convites para salvação. Então veio o julgamento divino. Foram salvos aqueles que creram e obedeceram. Aqueles que colocaram a divina advertência em seus corações e taparam os seus ouvidos para os argumentos dos que duvidavam da existência de um Deus de Justiça, cuja santidade, com os seus pecados desafiavam. Preocupados com um mundo melhor, não faziam caso do lastimável estado de suas almas na eternidade; que se aproximava ligeira, enquanto o mundo, por essa razão piorava. Enquanto isso, Noé se entregava à obediência e fidelidade à Palavra de Deus que lhe fora clara:”Resolvi dar cabo de toda carne , porque a terra está cheia da violência dos homens..” e ainda “ faze uma arca...”  por isso, mesmo não havendo no céu nenhuma nuvem, por menor que fosse, e a zombaria dos incrédulos fosse tanta,... ” Assim fez Noé consoante a tudo o que Deus lhe ordenara”.Gen.6:13 – 22. Quando chegou a hora do julgamento, quando  o céu, a terra e tudo o que rodeava o homem tornaram-se ameaçadores; a Noé, foi levada em consideração a sua fé obediente à Palavra de Deus que lhe ordenara entrar na arca salvadora, que era um símbolo do Cristo Salvador, o único que poderá salvar também a você, quando este mundo acabar. Você já O aceitou? Amém.

Senhor. Quero estar pronto. Apenas isso. Não importa para quando, mas para onde é certo que Contigo estarei eternamente. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Apocalipse 19: 1 - 10

O QUE DEUS VÊ ?   Gen.6:5 “ Viu o Senhor que a maldade do homem se havia multiplicado na terra, e que era continuamente mau todo desígnio do seu coração.”

ANIBAL L. FRESCHI

Quando a Bíblia nos fala, ela o faz aos ouvidos da nossa fé. Aos ouvidos da razão, terá boa recepção o que for natural, porém a voz do Espírito Santo, somente os ouvidos da fé conseguem ouvi-la. Foi assim com Noé e seus contemporâneos. Aos sentidos da razão tudo corria muito bem. A pecuária, a lavoura, a metalurgia, as artes, tudo bem. Homens gigantes formavam uma geração de gente grande e saudável. Assim era o mundo observado pela razão. Entretanto, não era tudo o que se podia ser visto. Havia algo que os olhos de Deus observavam e que a todos era despercebido. A maldade havia se multiplicado e as intenções humanas eram sempre más. Sobre isso falou Deus aos ouvidos da fé de Noé. Há nisso  um ensino a ser aprendido pela percepção da fé. Ainda que tudo pareça estar bem aos olhos da razão; não estará; se à fé não for comunicado que Deus está aprovando. Parece que nos dias atuais tudo se repete. Cada um vivendo segundo seus caprichos, cobiças e paixões, sem se importar se é ético ou moralmente saudável e aprovado por Deus. Hoje, precisamos aguçar nossos ouvidos espirituais, os ouvidos da nossa fé, para sabermos o que Deus aprova ou desaprova nos posicionamentos e comportamentos que adotamos num mundo que caminha como se Deus não existisse.

Senhor. Mostra-me em que devo me corrigir, pois quero glorificar-Te, enquanto por aqui eu estiver. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit.Bíb.1ª Tessalonicenses 5: 1 - 10 

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012


DIAGNÓSTICO    Is.55: 8 “ Os meus pensamentos não são os vossos pensamentos”

ANIBAL L. FRESCHI

Quando o médico dá o diagnóstico, tendo em mãos os resultados dos exames laboratoriais, a sua palavra é determinante quanto ao quadro clínico. Ao paciente cabe decidir-se pelo tratamento, ou não. Deus possui visão clara sobre o homem. O homem é pecador e o pecado o levará à morte eterna. Há um remédio eficaz e único chamado Jesus Cristo. Cabe ao pecador aceitá-lo, ou não. O homem procura modificar o diagnóstico. Ele procura amenizar,  elaborando maneiras para interpretar a Palavra de Deus. Ele alega que a Palavra foi proferida num outro contexto, numa outra linguagem, e que as coisas não são bem assim, etc. E por aí, vai. Enquanto isso, sua situação só piora. Paulo aos efésios 3:17 declara que a sabedoria de Deus é antes de tudo “pura e verdadeira”. Mas o homem tenta fazer da Palavra um equívoco. Isso, no entanto, não resolve, pois se o pecador não aceitar a Cristo como o seu substituto no sacrifício, ele morrerá e se perderá para sempre. Você já aceitou a Cristo? Não perca mais tempo e faça-o agora. Amém?

Senhor. Recebo agora o Teu Filho Jesus Cristo como o meu único e eterno Salvador. Amém.
Leit. Bíb. Rm. 10: 9 - 13

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012


QUEM SOMOS, E ONDE ESTAMOS?    Sl.84:11 “Porque o Senhor Deus é sol e escudo; o Senhor dá graça e glória; nenhum bem sonega aos que andam retamente”.

ANIBAL L. FRESCHI

O apóstolo Paulo em sua carta aos filipenses (Fil.2:15), descreve o que somos, e o que é; o meio onde vivemos. Somos filhos de Deus, vivendo num mundo pervertido e corrupto. Se não compreendemos bem isso, podemos ficar desanimados. Somos filhos de Deus, e esse parentesco não pode ser desconsiderado, seja em qual situação ou circunstância forem. Ainda que seja o pior ambiente, onde nos movimentamos, devemos fazê-lo, lembrados de que somos filhos de Deus. Filhos de Deus, por um ato da graça divina, que pelo sacrifício da expiação de Cristo, nos torna um com Ele, e co-herdeiros junto do Pai. Na outra ponta da nossa existência está a glória, que pela fé os nossos olhos contemplam, cuja visão nos enche de jubilosa expectativa, ao mesmo tempo em que a perversão, e a corrupção deste mundo nos ameaçam. Neste ambiente, nos encontramos com Deus, num especial caminho. Caminho aberto por Cristo, e que nos oferece acesso à nova aliança com o Pai, num princípio novo e extraordinário, para sermos testemunhas da sua graça, ao mesmo tempo em que celebramos a glória que nos aguarda. Agimos assim pela fé. A fé que a graça que nos salvou, alimenta  em meio a tantas batalhas neste mundo hostil. Esta fé no Senhor que é o sol que aquece, esclarece, revigora. Esta fé no Senhor que é proteção, a nos prover de tudo o que se nos fizer necessário, para uma caminhada vitoriosa, neste mundo pervertido e corrupto.Amém.

Senhor. Graças Te dou pelas batalhas que me fizeram mais forte e confiante na Tua graça e providência. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb.2ª Coríntios 4: 1 - 18

terça-feira, 4 de dezembro de 2012


QUEM É JESUS ?      João 4:10 “Se conheceras o dom de Deus e o que te pede: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva”.

ANIBAL L. FRESCHI

Diante da mulher de Sicar a humanidade de Jesus se achava bem explícita. Alí se achava um homem muito cansado e sedento. A humanidade de Jesus tem gerado muitas discussões e especulações. Suas palavras são bem conhecidas e até repetidas. Há inclusive, grande esforço em lhe atribuir algum pecado, ao mesmo tempo em que se propõe justificá-lo, por causa da sua humanidade.  É necessário entender, que a humanidade de Jesus apresentava uma peculiaridade. Ele foi gerado milagrosamente, viveu sem pecar, pois a sua missão exigia que assim fosse. Houvesse ele pecado, a sua missão estaria comprometida e tudo se perderia. Milagres fizeram parte de suas atividades. E não se pode explicar milagres. Estão além da nossa compreensão. Por isso são chamados de milagres. Estas coisas não são compreendidas sem o olhar da fé. Sábios e entendidos nunca entenderiam, mas sim os pequenos dependentes da fé, foi o que ele advertiu;Mat.11:25. A humanidade de Jesus deve nos levar a considerar o grande amor do Pai, enviando o filho, para em santidade e pureza, ser sacrificado por nós, uma vez que ninguém, dada a própria natureza pecaminosa de cada um, poderia corresponder à altura, a reivindicação da Justiça Santa, de um sacrifício igualmente santo, uma vez que nossa ofensa adquiriu a dimensão da natureza do ofendido, que é Santo, Santo, Santo. Por isso cremos e aceitamos Jesus em nossos corações, e a ele entregamos o destino de nossas almas. Amém.  

Senhor. Obrigado por abrires mãos, por um pouco de tempo, de seu filho amado, afim de que nós pudéssemos ser salvos. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb.João 9: 35 - 41

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012


O NOME É JESUS CRISTO.    Mat. 18:20 “ Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles.”

ANIBAL L. FRESCHI

O nome de Jesus é essencial, indispensável mesmo, em qualquer situação. O nome de Jesus é reconhecido pelas hostes espirituais, pelas leis da natureza. Nada ignora esse nome e sabe o que ele representa. O nome de Jesus é o poder  de Deus em plena atividade para resgatar a pessoa seja qual for a prisão a que se acha encerrada. O nome de Jesus é o poder de Deus para sustentar a caminhada dos filhos de Deus, onde o que nunca falta, são as batalhas . Mas o nome de Jesus impresso no coração e celebrado nos lábios, impõe respeito e sujeição. Grandes aglomerações não são garantia de nada, se o nome de Jesus não estiver em primeiro lugar, pois sem o nome de Jesus no coração e nos lábios, não pode haver comunhão de irmãos, uma vez que nem irmandade haverá. O ego se satisfaz com o estrelismo das grandes concentrações. Porém o ego não dá espaço a que Jesus faça a obra. Então, tudo acaba sendo superficial e descartável num momento seguinte, pois apenas permanece, aquilo que Jesus realiza. Certo homem construiu uma bela casa que agradava seus caprichos. Era uma casa muito admirada por todos que a enxergavam, até que um dia transformou-se num amontoado de escombros, um monte de material destroçado. O motivo ? Aquela casa tão apreciável, foi construída sobre a areia. Muitas vidas são assim. Sobre a areia  do ego. E sobre o ego, vão construindo cada vez mais, até que um dos temporais da vida chega, e acaba com tudo. O nome de Jesus é rocha firme em que se pode edificar sem medos ou receios, pois todas as forças deste mundo e também as sobrenaturais, conhecem e respeitam esse nome. É verdade que às vezes se atrevem a desafiar a edificação, mas não ousam desafiar a rocha. Por isso é preciso estar bem fundido, bem sedimentado à rocha que a tudo resiste. Uma reunião doméstica para oração, é de grande poder, se feita em nome de Jesus Cristo. Uma grande concentração, baseada no ego de alguém, ainda que seja de ilustre nome e conceito, nada é, se o nome de Jesus não for o mais celebrado. Vivamos portanto, diariamente no poder desse nome, pois é Rei dos Reis e Senhor dos Senhores. Glória a Deus! Amém.

Senhor. Bendito és em todos os teus caminhos, inclusive nesse em que estou trilhando. No glorioso nome de Jesus Cristo, Teu filho, bendigo a Tua força, o Teu poder, e a esse nome presto todo honra. Amém.
Leit.bíb. Atos 19: 11 – 17; Atos 4:12; Efésios 1: 15 – 21; Apocalípse 22: 1

sábado, 1 de dezembro de 2012


QUAL É O SEU DOM?        João 4:10 “Replicou-lhe Jesus: Se conheceras o dom de Deus e quem é o que te pede: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.”

ANIBAL L. FRESCHI

Você canta bem, prega bem, toca maravilhosamente bem e está muito satisfeito com os seus dons. Uma pergunta se faz necessária: O que os seus dons fazem por você? Acredito que você receba muitos elogios, muitas glórias e aleluias, aplausos e améns. Porém; e daí? O que mais os seus dons são capazes de te proporcionar? Lembro-me de Caim e os seus dons. Os frutos que produzira, e que falavam da sua dedicação, talentos e capacidade. Os seus dons falavam dele. E o que ele era? Um pecador, que trazia em si, pecados sem conta. Mesmo assim, ele compareceu diante do Senhor com os seus dons. O Senhor no entanto olhou para o seu coração, e nada enxergou ali que Lhe agradasse. Quando nos aproximamos de Deus confiados em nossa dignidade pessoal, esta nos falta de imediato, sob a visão pura e santa do Senhor. É preciso que nos apresentemos sob a dignidade de um dom inquestionável. E esse dom é Cristo, inquestionavelmente santo e agradável à Deus. A ilegitimidade dos dons de Caim se revelaram na rejeição. O semblante descaiu e ficou cheio de ira. Muitos, vivem uma religião baseada em seus dons pessoais. Demonstram zelo extremo, que na verdade não existem, pois facilmente expulsam, perseguem e alimentam ódio. Seus dons também são recusáveis diante do Trono da Graça e da Misericórdia. Quando Caim assassinou seu irmão Abel, apareceu o que estava escondido no seu coração.Apareceu o verdadeiro fruto da sua falsa adoração, constatou-se o motivo da  rejeição da sua oferta. Está na hora de abrir mãos desses dons, que mais parecem notas falsas que abarrotam os bolsos, e que vez por outra enganam, até serem surpreendidas pela Verdade que à tudo revela. Está na hora de se revestir do único dom capaz de nos aproximar à salvos do trono da Justiça, que se dá por satisfeita, pelo sacrifício feito na cruz por aquele que nos defende e alega não haver mais sacrifício algum a ser feito, pois ele fez tudo o que precisou ser feito por nós. À nós, cumpre recebê-lo e deixá-lo à mostra, para que nada do que haja em nós possa pretender ser alguma coisa, como pretendeu Caim. Amém.

Senhor. Eu nada sou. E pretendo que assim seja sempre, para que Tu sejas tudo em mim e por mim. No Teu Santo nome eu oro. Amém.
Gênesis 4: 3- 7 

sexta-feira, 30 de novembro de 2012


O QUE, VOCÊ QUER ? João 5:6b. “ Queres ser curado? ”

ANIBAL L. FRESCHI

Há uma reflexão a ser feita, à luz dessa pergunta feita por Jesus, à um homem, enfermo à trinta e oito anos. Afinal, o que ele queria? Entrar no tanque e banhar-se nas águas, ou ser curado? O que você quer? Obter sucesso nalguma área, ou ser feliz? Geralmente, pais e mães, gastam seus joelhos, suplicando pelo futuro profissional ou amoroso dos filhos. Ficam felizes, quando seus filhos conseguem passar no vestibular, para uma faculdade bem conceituada. Ficam orgulhosos, se escolhem para casamento, aquela pessoa, linda e bem sucedida financeiramente. Chegam a dizer, que isso é “casar bem”. Tenho cá minhas dúvidas. Muitas vezes, caçamos gatos por lebres. Aquela profissão pode frustrar, e tornar-se um peso insuportável. Aquela pessoa pode revelar-se de difícil convivência. Então, não basta conseguir entrar no tanque e banhar-se, é preciso ser curado, e nem todos que conseguem entrar, conseguem a cura. Jesus faz a pergunta, pois todos os nossos sentidos precisam conjugar a mesma vontade. É preciso que haja coesão de energias, provenientes de uma só e indiscutível vontade. Hoje, Ele faz a pergunta a você. Você quer ser feliz? Se a resposta for positiva, é necessário que Ele participe das escolhas que você fizer. Consulte-o e submeta a Ele os sonhos e vontades do seu coração. Amém?

Senhor. Talvez eu esteja buscando felicidade no lugar errado e do jeito errado. Ajuda-me, ó Pai. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Lucas 12: 15 

quarta-feira, 28 de novembro de 2012


CRISTO EM NÓS     Col.3: 11b. “...porém Cristo é tudo e em todos.”

ANIBAL L. FRESCHI

Algumas pessoas têm dificuldade em acreditar nas suas possibilidades de conquistar ou alcançar os seus sonhos. Segundo a sua visão de si próprias, não se julgam capazes, inteligentes, nem bonitas para isso. Possuem um auto conceito destruidor de sonhos . Devem saber no entanto, que o segredo não é o que nós somos, mas o que Cristo é. Bem; assim as coisas se tornam diferentes. Eu lhes digo que; nem tanto. À menos que saibamos onde estamos, e onde Cristo está, as coisas ficarão como e onde sempre estiveram. A pergunta é: Você está em Cristo? Cristo está em você? 2ª Cor. 5: 17 “... se alguém está em Cristo, é nova criatura...”. Se você está em Cristo, existe algo muito superior à tudo aquilo que você aprendeu sobre si mesmo, desde que você nasceu. Existe Cristo em você. E Ele não está em você para mantê-lo aprisionado, derrotado e deprimido. Não, de maneira alguma. Sua finalidade em nossas vidas está descrita em suas próprias palavras em João 10:10b. “ eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância”. Apesar dos dissabores deste mundo, conseguimos superar, porque Ele está em nós. Temos nele a fonte de todas as nossas provisões. Nem mesmo as dores do corpo poderão anular a vida que há em nossas almas e que o nosso espírito celebra (Rom.8:10). Nossos recursos estão em Cristo. Nele nos alegramos. Nele está a nossa confiança. E quando nada mais restar para nós neste mundo, Ele será o nosso anfitrião a nos acomodar em aposentos para nós preparados na Eternidade Gloriosa, pois Ele é o dom de Deus, oferecido em Graça, para que Nele sejamos Salvos. Amém.

Senhor. Habita em mim permanentemente. Que eu nada seja e que Tu sejas tudo no meu viver. No Teu nome eu suplico.  Amém.
Leit.bíb. Romanos 8: 28 – 39 

segunda-feira, 26 de novembro de 2012


O NECESSÁRIO    Gen.3:7 “Abriram-se então os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus, coseram folhas de figueira, e fizeram cintas para si.”

ANIBAL L. FRESCHI

Quantas vezes, as nossas sensibilidades se despertaram e nos mostraram algum grande erro que cometemos. Quantas vezes, após termos acordado, tivemos de enfrentar as duras conseqüências dos males que praticamos, quando, entorpecidos pelo pecado nos entregamos a ele, sem nenhuma reserva. Adão e Eva procuraram produzir sua própria defesa. Porém sua consciência agora estava bem acordada, e ela lhes dizia que cintas de folhas de figueira não bastam para resolver os problemas criados pelo pecado praticado. No calvário, um homem também se despertou ao contemplar a seu lado, em agonizante sofrimento, O Santo de Deus, Jesus Cristo.Is.59:12.  Foi então que sentiu a gravidade da sua situação. Não procurou se justificar, nem argumentar a bem da sua causa, mas reconhecido de seus pecados, apelou para Aquele que bem próximo, se oferecia em sacrifício enquanto suplicava perdão divino a favor de seus algozes. Então, também ele, o pecador arrependido, o ladrão regenerado, podia ser perdoado. Não perdeu tempo e clamou ao Salvador, que dele se lembrasse. Não do que fora no passado, mas do que estava sendo, a partir daquele momento, Lc.23:42,43. Todos nós temos pecados em nossas vidas, e a Salvação depende de que nos despertemos, e deles nos arrependamos, para então, mergulharmos no amor de Deus, cheio de perdão e termos nossos corações e almas purificados. Heb.8:12. Amém.

Senhor. Perdoa-me de todos os meus pecados. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb.Heb.4: 12 - 16

sexta-feira, 23 de novembro de 2012


VOCE TEM CERTEZA ? Heb. 11:1 “ Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.”

ANIBAL L. FRESCHI

Do que podemos ter certeza nesta vida? Se as coisas nem sempre são o que parecem ser; se as coisas mudam de uma hora para outra. Como podermos dizer que temos certeza de alguma coisa? A cada dia uma nova descoberta; uma nova revelação, que torna o que sabemos, superado ou redefinido. Houve época em que a terra não era redonda; pelo menos, era o que criam os homens de então. Uma coisa difícil demais, é julgar quem quer que seja, baseados em informações de terceiros, uma vez que nossos próprios sentidos podem nos enganar. Nem mesmo um teste de DNA oferece certeza absoluta daquilo que se quer descobrir. Há uma margem de dúvida, ainda que mínima, mas há. Por isso, em se tratando da salvação da nossa alma, precisamos da asseveração divina para em nossos corações impregnar a certeza necessária, afim de que possamos viver e morrer confiantemente de que na eternidade temos algo muito bom preparado para nós. O Espírito Santo coloca em nós essa convicção e nos mantém lembrados de que isso é certo. O próprio Espírito Santo inspirou pessoas para escreverem as promessas divinas a esse respeito. Sendo Deus a fonte informativa, podemos acreditar, pois Ele é Santo, Justo e Verdadeiro em todas as Suas promessas. Você já está de posse dessa certeza? Amém.

Senhor. Alimenta em minha alma, a certeza de que, junto de Ti, estarei na eternidade.
Leit.bíb. João 14: 1 – 6 ;  1ª Cor.15:19

quinta-feira, 22 de novembro de 2012


JESUS É MAIOR          Mat.12: 6 “Aqui está quem é maior que o templo”

ANIBAL L. FRESCHI

O templo representa a ortodoxia, o esmero e a dedicação religiosa. Isso é bom, mas não é tudo o de que necessitamos para uma vida espiritual saudável. A liturgia pode trazer algum prazer, seja pela agitação de suas bandas eletrizantes ou pela suavidade do sopro do tubo que extravasa o dedilhar do teclado do órgão. Porém, nem um ou outro tipo de rito litúrgico, tem a capacidade de sustentar a fé e o poder, necessários em nós para as batalhas travadas no dia a dia. É preciso ter Jesus no coração e na alma. É preciso que estejamos confiados aos cuidados daquele que é maior que liturgias, placas denominacionais, códigos e estatutos. É preciso que essas coisas cedam a prioridade ao Bendito Salvador. No dia a dia, é Ele quem nos sustenta, pois sempre está presente. As demais coisas, às vezes tidas e havidas por nós como essenciais, são meios, e nunca, a grande finalidade da nossa fé. Nossa fé deve nos levar continuamente à presença de Cristo, pois Ele é o pão que desceu do céu para nos sustentar. Ele é a Água Viva que refrigera nosso viver no calor dos embates. Ele é o nosso Bom Pastor que sabe o caminho a nos conduzir às boas pastagens. Enfim, Ele é O Cordeiro de Deus, que na cruz se expõe por inteiro, e sem reservas. Que em amor, se entrega, para que sejamos perdoados e salvos. Ele é muito maior que tudo o que por muito valioso tenhamos, na prática religiosa que professamos, e tão ardorosamente defendemos. O templo é bom, suntuoso e apelativo. Mas Jesus é maior. Amém.

Senhor. Eu Te louvo e diante de Ti me prostro. De tudo o que de mais esplêndido existe, Tu és maior e mais digno de louvor e de honra. Em nome de Jesus Cristo. Amém.

Leit. Bíb. Salmo 138

quarta-feira, 21 de novembro de 2012


LIBERTAÇÃO EM CRISTO     Lc.8:39b”...conta aos teus tudo o que Deus fez por ti.”

ANIBAL L. FRESCHI

Uma vida dominada pelo inimigo. Exatamente o inimigo, cuja existência e operações, muitos querem ignorar. O inimigo, capaz de levar uma pessoa ao mais profundo poço da existência infeliz. Aquele homem fora levado ao extremo de desprezar tudo. Nenhum cuidado com a sua aparência. Nenhum cuidado com a vida. Para ele, nada havia que merecesse investimento. Para ele, nada era importante. Alienara-se dos vivos para morar num cemitério. Diante dos olhos tinha apenas o quadro pintado pelo inimigo. Um quadro de derrotas e fracassos. Um quadro sem nenhum prazer. Um dia Jesus entrou na sua vida e colocou para correr, a legião dos demônios, que estavam no comando de sua vida. Jesus libertou o homem e o colocou numa posição muito diferente. Encontraram-no “vestido, em perfeito juízo, assentado aos pés de Jesus;”vrs.35b. Infelizmente, há muitas vidas sob o domínio do inimigo. Não aceitam que isso seja verdade. Então, vão se deteriorando em relação à tudo e a todos. Perdem tudo, sem perceber que estão perdendo. Elas precisam de Jesus Cristo. Elas precisam ser libertadas. Elas precisam ter diante dos olhos um quadro novo, pintado por Deus para elas. Elas precisam ouvir a Palavra de Deus. Você precisa ir até elas. Elas precisam de você. Amém.

Senhor. Dá-me palavras apropriadas à quem precisa enxergar um quadro novo de uma existência possível. Que eu seja portador de boas novas de salvação, cujas palavras sejam esclarecedoras. Dá-me poder e autoridade para isso. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Isaias 6: 1 - 8   

segunda-feira, 19 de novembro de 2012


COMEÇAR DE NOVO    “tornou a fazer dele outro vaso, segundo bem lhe pareceu.” Jer. 18:4b.

ANIBAL L. FRESCHI

Projetos são concluídos ou fracassados. Se foi concluído, e ainda restam energia e possibilidades para começar um novo projeto; por que não fazê-lo? Se houve fracasso, mas continua havendo disposição para tentar de novo; por que não? O problema às vezes são os outros. Começar de novo é desafiador para quem tenta fazê-lo, e também para quem se acostumou com o jeito antigo. “Que não hajam mudanças que me obriguem a aceitá-las!” Pensamos assim, porque não nos colocamos no lugar do outro. Pensamos assim, por puro egoísmo nosso. Se não precisamos recomeçar nada e estamos satisfeitos com as nossas coisas do jeito que estão, não significa que temos o direito de interferir no “começar de novo” do outro. É uma questão de respeito ao outro, não interferir nas suas decisões, na busca do que lhe for melhor. E, se você quer “começar de novo”, não se deixe influenciar por aquilo que não seja a sua consciência e determinação. Os outros têm as próprias.  Que se ocupem delas! Pode ser que o “começar de novo” esteja nos planos de Deus. Então a Ele recorra, para orientação e planejamento. O oleiro teve em suas mãos um vaso quebrado, que até o momento lhe era muito estimado. Mas quebrou-se. O que ele fez? Não se recolheu num canto desistindo da profissão. Ele fez do que lhe sobrou nas mãos, um novo vaso. Não quer dizer que tenha feito exatamente igual, mas era um novo vaso de grande serventia e satisfação. Converse com O Pai a respeito. Amém?

Senhor. Ao começar de novo, quero fazê-lo, segundo a Tua direção. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Salmo 25


quinta-feira, 15 de novembro de 2012


FORÇA AUXILIAR     Mat.9:2 ” E eis que lhe trouxeram um paralítico deitado num leito.”

ANIBAL L. FRESCHI

O que pode fazer aquele que não possui estímulo para fazer coisa alguma ? O que esperar de alguém que, mesmo sabendo ser preciso tomar alguma iniciativa, se vê sem nenhuma energia para isso? Sua única esperança, é que dele se aproximem pessoas dispostas e capazes para serem a sua força auxiliar. Auxílio para pensar (compreensão e decisão) e para agir (iniciativa e consecução). O texto nos apresenta uma pessoa, cujo universo se resumia a uma cama. Sua cama era o seu mundo, a sua realização. Nada mais importava para aquele homem. Porém havia pessoas que compreendiam e tinham para com ele boa vontade. Não lhe cobravam que fizesse alguma coisa, mas tomavam as iniciativas e faziam por ele, o que preciso fosse. E fizeram. Levaram-no até Jesus. Existem situações que se encontram além das nossas forças e acima da nossa capacidade. Nunca estão, porém, fora do alcance de Deus. Por mais desesperadoras que sejam a situação, o momento ou a crise; tornam-se passíveis de solução, quando recorremos ao Senhor. E mesmo para isso, uma pessoa no extremo do seu limite, precisa da ajuda de quem esteja disposto a caminhar até ela, para abraçá-la, e em oração, entregá-la aos cuidados do Senhor. Uma dessas pessoas pode ser você. Amém.

Senhor. Usa-me como força auxiliar para alguém, que não tem em si mesmo, a energia necessária, para luzir para a vida. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Mateus 25: 31 - 46   

quarta-feira, 14 de novembro de 2012


ONDE ESTÃO ELES ?   Mat.9:2 “ E eis que lhe trouxeram um paralítico deitado num leito.”

ANIBAL L. FRESCHI

O texto nos apresenta várias lições. Uma lição muito importante para a igreja, encontramo-la na atitude das pessoas que se achavam envolvidas com o paralítico. Ele era alguém vencido por uma grave situação, que o mantinha impossibilitado para viver as delícias da vida. Aquelas pessoas compreendiam a situação e se envolviam para que ele fosse curado. Tal atitude me faz pensar na maneira como agimos com aqueles irmãozinhos, que vencidos pelo pecado  se acham desviados da comunidade. Às vezes nos referimos à eles com rancor, dando a entender que nós também estamos caídos, como eles, pois pecado, seja qual for a atitude ou sentimento, é pecado, (Leia 1ªJo.1:8-10). A eles nos referimos com desprezo e ironia, esquecendo-nos de que as forças celestiais estão muito empenhadas na sua reabilitação, o que nem sempre acontece conosco, que nos damos por satisfeitos por excluí-los e abandoná-los, (Leia Lc.15:1-7).  Nos esquecemos que são doentes, necessitados de socorro e tratamento,( Leia Lc5:31). É preciso ir atrás deles, orar por eles e com eles. É preciso amá-los e demonstrar que são amados, apesar da queda,(Leia Tg.5:19,20). Imagine se Jesus tivesse deixado de fora o apóstolo Pedro após a sua queda. Quanto teria perdido a Sua igreja, não é mesmo? Fazendo assim, agimos como igreja de Cristo. Caso contrário, sinto muito. Amém.

Senhor. Abre meus olhos para que eu possa enxergar e saber, se estou dentro ou fora, da Tua Igreja. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Lucas 15: 1 - 32

segunda-feira, 12 de novembro de 2012



OLHANDO NA DIREÇÃO ERRADA                    João 8: 9b. “acusados pela própria consciência, foram-se retirando um por um, ...”

ANIBAL L. FRESCHI        

A Palavra de Deus tem o poder para fazer nossa consciência entrar em ação. Sem o desafio da Palavra, a nossa consciência se acomoda aos padrões e costumes dos pecados corriqueiros, e nada causa incômodo ou comoção. Só nos importamos com o erro, com as falhas e deslizes, quando praticados por aqueles que invejamos ou de quem cobiçamos alguma coisa. Aí, nos valemos de suas faltas para tirá-los do nosso caminho e  nos apropriarmos do que nos interessa. O pecado daquela mulher só ocupou a preocupação dos escribas e dos fariseus, quando o prestígio de Jesus perante o povo causou inveja na liderança religiosa daquela época. Então, usaram o pecado da mulher para provocar Jesus, e levá-lo a contrariar a lei de Moisés, com o que o acusariam de transgressor. Jesus, porém, os entregou ao crivo de suas próprias consciências: “Aquele que dentre vós estiver sem pecado, seja o primeiro que lhe atire pedra.”vs.7. Quantas vezes acusamos e julgamos os outros sem nos preocuparmos com nossos próprios pecados. Sem nos preocuparmos com o que os nossos pecados farão conosco se não forem extirpados e lançados fora. Convém deixar de lado esse hábito maldito de medir a vida alheia e nos dedicarmos  a cuidar da nossa própria miséria interior. Precisamos aproveitar o tempo para permanecermos diante do Senhor para tratamento de nossas enfermidades ocultas, e não sairmos de mansinho, como se nada tivesse a ver conosco. A mulher permaneceu, enquanto os demais julgaram ser suficiente fugir em silêncio. A mulher reconheceu que o Senhor tinha o que fazer na vida dela. Os demais evitaram que suas vidas fossem remexidas. A mulher esperou pela cura. E a cura veio: “ Nem eu tão pouco te condeno; vai, e não peques mais.” Abramos nossos corações com todas as suas sujeiras sentimentais, para que o lavar regenerador de Cristo nos deixe limpos. Não nos escondamos por de trás dos pecados dos outros, enaltecendo-os, esquecidos de que os nossos próprios precisam ser varridos de nós. Apeguemo-nos à Palavra de Deus, para que ela nos sensibilize o bastante, e nos conduza ao arrependimento. Amém.

Senhor. Purifica-me de todos os meus pecados. Em nome de Jesus Cristo. Amém.

Leit. Bíb. João 8: 1 - 11    




sexta-feira, 9 de novembro de 2012





CÊRCO DIVINO       Sl.139:5 “ Tu me cercas por trás e por diante, e sobre mim pões a tua mão.

ANIBAL L. FRESCHI

Nada existe que possa alterar os planos de Deus para nossas vidas, a não ser nós mesmos. O andar obediente nos coloca sempre sob a direção e proteção de Deus, para que a Sua vontade a nosso respeito, prevaleça. Isso é de grande importância, se considerarmos que vivemos num mundo marcado profundamente pela violência e pela maldade. Precisamos do cêrco do exército celestial de Deus. Precisamos da mão abençoadora do Pai sobre as nossas cabeças. Cada um de nós possui um alvo, uma meta a serem alcançados para a glória de Deus, e Ele tem interesse profundo em que as coisas corram da melhor maneira. Isso é o que devemos saber com relação aos nossos queridos. Por isso oramos por eles. Intercedemos por eles e os colocamos, pelas nossas orações, no altar do Senhor. Quando hostes infernais se preparam para o ataque, reconhecem de imediato que o cerco divino é intransponível. Quando maldições são lançadas, estas perdem todo seu efeito, quando sobre nossas cabeças descansam as abençoadoras mão de Deus. Não tema. Prossiga. Sirva ao Senhor por amor e não por medo, pois nada há que o inferno possa fazer contra aqueles que confiam e vivem na presença de Deus. Amém.

Senhor. Abençoa-nos e proteja-nos contra todos os dardos inflamados do inferno. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Salmo 91


quarta-feira, 7 de novembro de 2012


OBEDECER E CONFIAR      Gen.22:14 “...no monte do Senhor se proverá.”

ANIBAL L. FRESCHI

Nas terras de Moriá, um monte fora escolhido para simbolizar comportamentos a serem adotados por nós. Obediência e confiança. A obediência é fruto do nosso reconhecimento de que O Senhor possui autoridade sobre nós. Infelizmente, muitos querem servir à Deus, sem no entanto reconhecer a Sua autoridade sobre as suas vidas. Querem eles próprios determinar seus caminhos, agem como bem entendem e desprezam a autoridade de Deus, não aceitando que suas vidas a ela se submetam. Então, quando as coisas não dão certo, se revoltam contra Deus, esquecendo-se de que não se comportaram como servos obedientes, mas rebeldes. Que os frutos da sua rebeldia são a única coisa a ser colhida. Abraão tinha uma ordem horrível a ser cumprida. Uma viagem angustiante e longa a ser empreendida. Porém, havia no velho coração do patriarca uma enorme certeza: “Lá no monte, O Senhor proverá”. No monte da obediência, o que lhe era sombrio, seria substituído por uma providência nova. Não havia como roubar-lhe essa confiança, ainda que o momento  lhe fosse extremamente difícil, pois ele conhecia o coração daquele, que inúmeras vezes deixou à mostra o seu cuidado e misericórdia por ele. Por isso, estava confiante ao responder ao filho: “Deus proverá para Si, meu filho, o cordeiro para o holocausto.” Quando obedecemos, damos prova de que sabemos em quem temos crido. E assim, a confiança viceja bem ao lado, pois O Senhor é amoroso e fiel em todas as suas promessas. A parte que nos cumpre fazer, é a da obediência e confiança, pois o monte das provisões, estará sempre nas mãos dO Senhor. Amém.

Senhor. Perdoa-me quando não obedeci e não confiei como deveria. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Gênesis 22; 1 - 19

terça-feira, 6 de novembro de 2012


ONDE VOCÊ ESTÁ ?  Gn.3:9 “ E chamou o Senhor Deus ao homem, e lhe perguntou: Onde estás?

ANIBAL L. FRESCHI

O telefone toca. Ao atendê-lo, logo vem a pergunta: Onde você está? Essa pergunta pode significar a preocupação de alguém, a ansiedade e a desconfiança. Quando O Senhor fez essa pergunta ao homem, Ele sabia da enrascada em que o homem se metera. Ele havia pecado, e agora, era um fugitivo cheio de justificativas. Acusava todo mundo pela situação. Deus enxergava isso. Porém o homem, ainda não se dera contas de quanto havia caído e de que continuava em queda, levado pela falta de humildade e excesso de arrogância. Então O Senhor, que um dia se empenhara na criação do homem, vem agora empenhado na sua salvação. Por isso a pergunta: “Onde estás”. Precisamos reconhecer nossa real situação, abandoná-la, e correr para junto da Graça Salvadora de Deus. Enquanto permanecermos na teimosia das nossas justificativas e desculpas, os benefícios da Graça não chegam até nós, pois não lhes damos espaço, por estarmos tão cheios de nós mesmos. É preciso que nos humilhemos diante de Deus, cientes de que não existe esconderijo ou recursos humanos que possam nos levar  à condição de filhos de Deus, salvos em Cristo, pois só o sangue de Cristo é a nossa propiciação eficaz. Enquanto nos mantivermos apoiados em nossa pseuda suficiência, a pergunta ecoará constantemente: “Onde estás?” Pois O Senhor nunca abandona a busca pelo que se perdeu em seus delitos e pecados, e longe da Graça, em vão se debate. Reconheça sua real situação. Onde você está, pode ser o fundo do poço e você ainda não se convenceu disso. Aceite o chamado divino, e permita que A Graça Salvadora te transforme totalmente. Amém.

Senhor. Aqui estou. Transforma-me. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit.bíb. Lucas 15:11 - 32

sábado, 3 de novembro de 2012


VAIDADE       Ecles.1: 1  “... Tudo é vaidade.”

ANIBAL L. FRESCHI

Quando o homem mais rico do mundo; o mais sábio; diz que tudo é vaidade, convém parar e refletir. Muitos sofrimentos são causados pela vaidade. Cometemos excessos por causa da vaidade. Não damos importância à simplicidade e nos deixamos influenciar pela exuberância. Isso se dá no campo da estética, das posses, nos exageros de coisas  que nunca conseguimos  desfrutar totalmente. Acaba que, outros, sem nenhum esforço,, desfrutam,Ecl.6:2. A vida se vai, e dela nada podemos levar. Então, quando poderíamos  aproveitar o fruto dos nossos esforços, não o fizemos, porque queríamos sempre mais,Ecl.5:10. O conselho do sábio pregador Salomão, é que vivamos no temor do Senhor, ou seja no reconhecimento da nossa inferioridade e dependência Dele. E mais: Que guardemos os seus mandamentos. Ou seja; que vivamos de maneira agradável ao nosso Deus. Então, quem sabe esteja na hora de frear um pouco o ritmo, na busca de mais coisas e nos dedicarmos mais à família, aos pequenos, porém necessários compromissos com os que nos cercam. Talvez um dia o arrependimento possa chegar. E cobrar: O que você fez com a família que O Senhor te deu?  Pense um pouco, se vale a pena tanta ambição. Amém.

Senhor. Que eu viva confortavelmente, porém sem os exageros que me tiram o tempo para desfrutar das melhores coisas  e que se acham bem próximas de mim. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Eclesiastes 12: 1-14

sexta-feira, 2 de novembro de 2012


FINADOS           1º Sam.20:3 b. “...apenas há um passo entre mim e a morte.”

ANIBAL L. FRESCHI

Finados é lembrança; é saudade. Nossa memória se aviva com as lembranças daqueles que partiram. É momento de refletirmos sobre nossa convivência com eles. Se os fizemos saber o quanto foram amados e queridos. Houve tempo em que podiam sentir isso. Agora, não podem mais. Ignoram nossas manifestações, pois não ouvem nossas palavras cheias de ternura e reconhecimento. Não sentem o perfume das flores mais bonitas que depositamos sobre a laje fria. É também, momento apropriado, para pensarmos em como lidamos com aqueles que ainda estão conosco. O quanto os fazemos saber do nosso amor, da nossa apreciação, enfim, como são importantes para nós. Finados, é  tempo de colocarmos em ordem nossos relacionamentos. Além disso, é tempo adequado para refletirmos sobre nossa própria morte, pois ela está distante de nós  apenas à um passo. Seja largo ou curto, o passo, essa é a nossa distância da morte. Ela chegará, pois ela é parte da nossa caminhada. Não há como evitá-la. E quando por ela passarmos, o que haverá nos esperando? Como será depois?João escreveu no livro do Apocalípse, que os que morrem no Senhor, descansam de suas fadigas e são felizes na medida em que as suas obras, registradas em sua consciência promovem leveza e bem estar, Apc.14:13. A pergunta é: Temos lembranças de conforto? ou, de tormento ?, para nos acompanhar na Eternidade? Essa providência precisa ser tomada, antes que o passo aperte, e nos defrontemos com a nossa própria morte. Isso fazemos, ao confessarmos nossos pecados aO Senhor. Apelarmos pelo Seu perdão e nos entregarmos sem reservas à Ele. Finados é um bom dia para decisão tão importante. Amém.
 Senhor. Perdoa-me de todos os meus pecados e escreve meu nome no Livro da Vida. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Lucas 16: 20 - 31  

segunda-feira, 29 de outubro de 2012


FIDELIDADE OU ACOMODAÇÃO ? Rom.1:32 “Ora, conhecendo eles a sentença de Deus, de que são passíveis de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que assim procedem.”

ANIBAL L. FRESCHI

O que precisaria ser mudado na Bíblia, para que ela viesse a concordar com tudo o que pensamos, queremos e aceitamos?  Creio que seria preciso primeiramente, haver outro Deus. Um Deus diferente desse, que a Bíblia  revela. Que não possuísse vontade própria, nem tivesse visão justa e de santidade nenhuma, Então o homem subiria ao monte, colocaria esse novo Deus assentado numa pedra,  pois trono não haveria para Deus. O homem, do seu trono particular, leria a sua própria bíblia, escrita pelas mãos e espírito do próprio homem, cabendo a Deus, apenas  concordar. Mas isso é apenas um sonho. Verdade é que, muitos sonham em poder fazer isso. Satanás  tentou e se estrepou. Adão e Eva se deram mal. Os construtores de Babel se perderam. A sociedade “mente aberta” de Sodoma, provou o gosto terrível da ira de Deus. O mesmo Deus que Se nos deu a conhecer a Sua vontade em relação o nosso modo de vida. O mesmo Deus que condicionou Suas bênçãos ao proceder obediente de Seus filhos. O Deus de sempre, que não muda, mas que é de Palavra fiel. Ele; Todo Poderoso,  e que  tem nas mãos todo poder para por um ponto final em nossas nefandas pretensões, O Senhor Deus Eterno, ainda que não nos interrompe no presente, julgará  finalmente,  para o fogo eterno os que O desconsideraram e fizeram tronos para si, de onde ditaram normas e comportamentos a seu bel prazer, segundo os apelos de sua própria carne. Não há como ser dúbio em matéria de fé. Salvação Eterna é o destino de quem faz sua opção por Cristo e a Ele serve. E ao servo, pouco importa outros dizeres e ditames, tidos por modernos. Se contrariam a Bendita Vontade dO Senhor, não há porque apoiá-los, se o castigo é reservado à quem pratica e a quem aprova.”São passíveis de morte”. Não importa quanto tempo leve, até que tudo seja plenamente manifesto. Enquanto isso, permanece o homem zombando e se achando. As almas dos que esperam num viver obediente, serão poupadas, pois essas, nunca desprezam o Senhor e a Sua Palavra. Amém.

Senhor. Não quero ser moderno. Quero ser eterno, na Tua presença Santa. Amém.
Leit. Bíb. 2ªTimóteo 2: 19 – 26

sábado, 27 de outubro de 2012


CUIDADO COM O MAL         Rom.12:9b.“Detestai o mal, apegando-vos ao bem.”

ANIBAL  L. FRESCHI

Quando olhamos ao redor, uma coisa é muito evidente. O mal se espalha muito, e rapidamente . Ficamos indignados com as formas que o mal tem assumido. Cada vez mais requintado em crueldade. Penso que os governantes têm de se apressar, nas providências para combate do mal que assusta, e ao mesmo tempo, provoca o sentimento de conformação por nada ser possível ser feito. Se observa descaso à educação, na formação de cidadãos e  ineficiência do sistema prisional na recuperação dos cidadãos. Há muito tempo que o judiciário pede revisão. As leis apresentam brechas, facilmente exploradas por quem quiser se manter fora do alcance delas. A certeza da impunidade é o estímulo para o aumento da violência. Quando olhamos ao redor, ficamos pasmos. Mas devemos cuidar, para que dentro de nós, sentimentos violentos não encontrem lugar. Para isso, precisamos cuidar em nos manter apreciadores do bem, e por ele nos esforçar. Sei que há circunstâncias em que isso não é fácil, e que, o que mais queremos é nos vingar, dar o troco, enfim devolver na mesma moeda. Mas isso não reparará coisa alguma. Não restaurá nada do que foi perdido. Não devemos nos acomodar ao mal, mas devemos lutar contra ele com os meios que o elimine, e não o torne mais reprodutivo. Devemos ser cautelosos com nossos instintos, pois se não forem dominados, poderão causar males sem conta. Precisamos arrancar de nossos corações qualquer raiz de maldade, ainda que tenhamos bons argumentos para justificá-la. Não é fácil. Precisamos de Deus. Precisamos da Sua ajuda. Precisamos aprender a dar lugar ao bem em nossas vidas. Isso, com muita oração e dedicação. Em nome de Jesus Cristo. Amém.

Senhor. Arranca de minha vida todo sentimento de maldade e de violência. Ajuda-me a crer e esperar na Tua justiça. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit. Bíb. Mat.5: 1 – 12      

quinta-feira, 25 de outubro de 2012


NOSSA HERANÇA      Sal.16:6b. “...é mui linda a minha herança.”

ANIBAL L. FRESCHI

Herança pode ser motivo de muitas tristezas. Famílias podem ser afetadas até à inimizade por causa de alguma herança. Mas, não é assim com o cristão, em relação à herança que se acha reservada a ele na eternidade. É pessoal, intransferível e eterna. Essa herança é a eternidade  gloriosa com Cristo. Nesta vida, tudo aquilo que gera disputas e conflitos, acaba tendo o seu fim. Nada é permanente e duradouro. Tudo, um dia acaba. A herança do cristão não. A eternidade sem dores e sofrimentos, será vivida em atividades que proporcionem satisfação e realização tão completas, que nada existe por aqui, que lhe possa assemelhar. Vencido o horror da morte, nossa herança mui linda nos será conferida. Ela não nos caberá por nossos méritos, mas pelos méritos de Cristo, que assumiu na cruz todos os nossos pecados, a fim de cumprir sua promessa: “Vos receberei para mim mesmo...”João 14:3b. e “ Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.” Efésios 2: 8 e 9.Para sermos herdeiros e termos direito a essa herança, basta que nos arrependamos dos nossos pecados, aceitemos Jesus Cristo em nossos corações e vivamos pela fé,  obedientes à sua Palavra. Amém.

Senhor. Inclua-me como herdeiro da herança eterna nos céus com O Senhor. Em nome de Jesus Cristo. Amém.
Leit.bíb.Efésios 2: 1 - 22

Postar um comentário

Vai ser muito bom ver aqui seu comentário.
Deus te abençoe!